como-combater-diabete

10 dicas para evitar a diabete

Não é possível prevenir completamente a diabete. Mas hábitos e alimentos reduzem o risco de o problema aparecer. É o que você vai ver hoje. Confira:

Dica 1 – Livre-se da barriguinha

A gordura abdominal é um dos principais fatores de risco para a diabete tipo 2. É a chamada gordura visceral, que também fica depositada no fígado e entre os intestinos.

Ela faz com que o pâncreas produza cada vez mais insulina para a glicose entrar nas células. Um excesso que, por sua vez, provoca diversas mudanças no metabolismo, tais como hipertensão e aumento das taxas de colesterol no sangue.

Dica 2 – Exercite-se pelo menos 30 minutos por dia

Pesquisas relacionam a atividade física à redução do risco de diabete tipo 2. Outros estudos provaram que o sedentarismo pode estimular o desenvolvimento da doença.

Dica 3 – Durma bem

Dormir pouco ou de forma irregular eleva as chances tanto de obesidade quanto de diabete. Com as noites mal dormidas, nosso relógio biológico muda e o ritmo de metabolismo diminui.

Na prática, isso pode representar cerca de 4,5 quilos a mais por ano – sem mudança na prática de atividades físicas ou na alimentação, apenas por influência da privação de sono.

Dica 4 – Mantenha o stress sob controle

Problemas emocionais como o estresse estão ligados ao aumento do consumo de alimentos gordurosos e calóricos, além de maior sedentarismo. Ou seja, fatores que favorecem o aparecimento da diabete tipo 2.

Dica 4 – Reduza as porções, mastigue devagar e não faça jejum

Comer demais favorece o acúmulo de gordura no abdômen, um importante fator de risco para o desenvolvimento da diabete.

Porém, não é só a qualidade e a quantidade que influenciam. Ingerir os alimentos rápido demais eleva em até 2,5 a probabilidade de surgimento da doença. Já a frequência das alimentações também conta. Alternar períodos de jejum e comilança pode causar diabete.

Dica 5 – Evite alimentos gordurosos

Diversos estudos já comprovaram que comidas gordas são fatores de risco para a diabete. A gordura abdominal favorece a resistência à insulina.

Dica 6 – Dê preferência aos produtos integrais

Alimentos feitos com farinha de trigo branca, como o pão francês, elevam rapidamente as taxas de glicose no sangue. Inclua pães e arroz integrais na sua dieta.

Açúcar branco, batatas, frutas em calda enlatadas também possuem alto índice glicêmico. Quanto menor a carga da glicemia, menor o risco de diabete.

Dica 7 – Não exagere nas frutas

Sim, elas fazem parte de uma alimentação saudável, mas não é por isso que podemos exagerar. Até nas frutas é preciso ter moderação, pois elas contêm frutose em quantidades bastante variadas de uma para outra.

O ideal é que as pessoas predispostas à diabete evitem as mais adocicadas (uvas e caqui, por exemplo).

Dica 8 – Beba café descafeinado

Por causa da cafeína, a bebida nem sempre é indicada aos que apresentam tendência a ter doenças cardiovasculares.

No entanto, um estudo americano mostrou que a versão descafeinada do popular cafezinho, além de não potencializar a pressão alta, é capaz de proteger o organismo da diabete tipo 2.

Dica 9 – Vai beber? Invista no vinho tinto

Com moderação, o vinho tinto é aliado na redução do risco de diabete, entre outros benefícios. Em excesso, é calórico demais e causa efeito contrário, isto é, eleva o risco.

Dica 10 – Aposte nas amêndoas

São excelentes coadjuvantes contra a diabete 2, principalmente quando já existe uma predisposição ao problema. Segundo pesquisa, as amêndoas impulsionam a sensibilidade à insulina e, portanto, fazem cair os níveis de açúcar no sangue.

Gostou das dicas de hoje? Deixe seus comentários e sugestões. Eles são bem-vindos.

Eu volto em breve! Até lá…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *